PREFEITURA DE CAMOCIM FINANCIA PUBLICAÇÃO DE 4 NOVOS LIVROS SOBRE A HISTÓRIA DE CAMOCIM

WhatsApp Image 2022-01-26 at 12.23.04
PREFEITURA DE CAMOCIM FINANCIA PUBLICAÇÃO DE 4 NOVOS LIVROS SOBRE A HISTÓRIA DE CAMOCIM

Na noite desta segunda-feira, 24 de janeiro, Dia Internacional da Educação, a Prefeitura de Camocim promoveu o lançamento de 4 novos livros, de autores do próprio município, que contam a história da cidade. A noite de autógrafos ocorreu durante a Jornada Pedagógica 2022, evento da Secretaria Municipal de Educação que marca o início do ano letivo. Os livros, cuja produção foi financiada integralmente pela Prefeitura Municipal de Camocim, foram distribuídos a todos os professores que participaram da Jornada Pedagógica.

A Historiadora Maely Alves de Mesquita lançou o livro “A cantoria nas ondas das rádios AM de Camocim”, inspirada na obra de seu pai, o radialista, poeta e musicista camocinense Damião Libório. Professora Maely traz um recorte das relações políticas e culturais que envolvem as rádios de nossa cidade entre 1979 e 1989.

Francisco da Paz Pessoa, mais conhecido como Professor Sílvio Paz, da Rede Municipal de Ensino, lançou a obra “Camocim respirava esse ar de música”. A pesquisa do historiador aborda os tradicionais festivais de música de Camocim, realizados entre os anos de 1986 e 2003. Sílvio Paz convidou para o lançamento o compositor camocinense Chico Sabiá.

O Professor, Historiador e Mestre em História Edcarlos da Silva Araújo lançou a obra “Depois da meia-noite”. O livro narra experiências extraordinárias, transmitidas por intermédio de lendas e mitos, que contam um pouco do cotidiano de Camocim entre os anos 1950 e 1969.

O Professor Adjunto da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Carlos Augusto Pereira dos Santos, Mestre e Doutor em História e Pós-Doutor em Estudos Culturais, é organizador da obra “Série História Camocinense”. Neste novo livro, “Miolo de Pote”, o historiador reúne as melhores histórias publicadas em dez anos de existência do blog “Camocim Pote de Histórias”, mantido pelo professor.

Noite de autógrafos

Por questões de saúde, os professores Carlos Augusto e Edcarlos Araújo não puderam estar presentes à noite de autógrafos. Registramos, assim, os depoimentos dos professores Maely Mesquita e Silvio Paz, que representaram os 4 autores na noite:

Maely Mesquita: “É uma honra para mim estar aqui, hoje, lançando esta obra. Eu sou filha de Camocim, e filha do poeta Damião Libório. Este livro é uma celebração à vida de meu pai, que faleceu no dia 24 de janeiro de 2014, exatamente 8 anos atrás. Eu prometi a ele que escreveria esse livro quando terminasse minha faculdade de História, sobre as duas paixões da vida dele: a rádio e a cantoria. Eu ia todo dia pro colégio Santa Maria Goreti ao som da viola do meu pai. A comunicação, a poesia, o cordel, a cantoria, o forró pé-de-serra, o baião, tudo isso está dentro do meu coração. Essa obra historiográfica é isso, um pouco do que o nosso município viveu nesse trecho entre 1979 e 1989, período em que vivemos a ditadura civil-militar, quando muita coisa foi censurada, mas a cantoria como cultura prevaleceu. As ondas do rádio eram utilizadas politicamente, eu trato sobre isso na obra, mas a cantoria trazia essa alegria ao sertanejo, e eu desejo que vocês levem esse conhecimento histórico para a sala de aula. Eu sou professora de história e me alegro muito em escrever, ensinar a história do meu município.”

Silvio Paz: “Estou muito grato por estar com vocês aqui neste momento. Poder entregar o fruto de um trabalho para toda sociedade camocinense, saber que meu esforço será algo útil, especialmente para nossas escolas. Escrever um livro é algo fantástico, em especial na nossa cultura, não é todo dia que vemos pessoas do interior como a gente escrever um livro. A possibilidade da gente criar é muito bom, seja você compor um simples poema, e mais fantástico ainda é quando você sabe que esse algo que você criou escapa da sua mão e permanece de maneira positiva junto à sua comunidade, seja escolar ou de forma geral. E é com essa alegria que estou muito grato com o município por ter me proporcionado chegar até aqui e entregar essa obra aos nossos alunos! Esse livro é um trabalho de pesquisa que fizemos há 2 anos, era um sonho meu bem antigo, poder contar a história dos nossos festivais de música de Camocim. O nosso livro trata o período de 1986, primeira edição dos festivais, até 2003. Nesse meio tempo houve algumas pausas, mas o livro traz todo esse legado da dimensão do que foi o Festival para Camocim. Eu sou muito curioso, então me perguntava: cadê nossas músicas? O que aconteceu com aquelas letras, com os nossos artistas, com nossos compositores? Então comecei a vasculhar, e com orientação do amigo e professor Carlos Augusto, conseguimos concluir essa obra. Lá estão as letras de algumas músicas conhecidas como Boi Magia, Os Meninos, de Edmar Gonçalves, e a vida de compositores como Batista Sena e Chico Sabiá.”

A cantoria nas ondas das rádios AM de Camocim
Camocim respira esse ar de música
Depois da Meia-Noite
Miolo de Pote

Conheça Também

Praia do Maceió
Praia do Maceió

Tem alguma pergunta?

Temos uma equipe especializada para tirar suas dúvidas, entre em contato da forma que achar mais fácil, e-mail, telefone ou pelo canal de ouvidoria.

Barreiras

Praia das Barreiras

Um dos recantos mais procurados da cidade. Praia tranquila, com uma excelente infraestrutura de barracas e restaurantes, onde é possível apreciar as falésias e a Foz do Rio Coreaú. Por ser uma praia de fácil acesso, tornou-se tradicional entre moradores e turistas.