1° Campeonato de Futsal AEPETI é realizado no Dia Mundial contra o Trabalho Infantil em Camocim

peti 2
1° Campeonato de Futsal AEPETI é realizado no Dia Mundial contra o Trabalho Infantil em Camocim

Com o tema, “Camocim unido contra o Trabalho Infantil”, o 1° Campeonato de Futsal AEPETI foi realizado na manhã desta terça-feira, 12, no Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, na quadra poliesportiva da Escola Coronel Libório.

A ação, realizada pela Prefeitura de Camocim por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e Cidadania, trouxe durante a programação esportiva  a importância da erradicação do trabalho infantil, no município, estado e país.

“A idéia é sensibilizar a sociedade e divulgar que toda criança tem o direito de brincar e ser feliz. Ainda vivenciamos uma realidade lamentável que é a exploração do trabalho infantil em todo o país. Essa ação soma esforços para construirmos uma cidade mais justa e proporcionarmos momentos educativos e de diversão para as nossas crianças”, ressaltou o conselheiro tutelar Aderaldo Lima, presidente da Associação dos Moradores da Boa Esperança.

De acordo com Francisca Josiane, secretária da Semdesc, 12 de junho é uma data para mobilizar contra o problema reconhecido mundialmente. “A data, é um alerta à comunidade em geral e os diferentes núcleos de governo sobre a realidade do trabalho infantil. Uma prática que ainda, se mantém corriqueira em diversas regiões do Brasil e do mundo e contra a qual nos empenhamos diariamente” assegurou.

 

 

 

 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Camocim

Conheça Também

WhatsApp Image 2021-06-18 at 13.40.09
Praia da Tatajuba

Tem alguma pergunta?

Temos uma equipe especializada para tirar suas dúvidas, entre em contato da forma que achar mais fácil, e-mail, telefone ou pelo canal de ouvidoria.

Amor

Ilha da Testa Branca (Ilha do Amor)

A Ilha da Testa Branca, também conhecida como Ilha do Amor, localiza-se em frente à cidade. Contém manguezais, dunas e praias, os belíssimos espelhos d’água no período das chuvas, sendo muito visitada por banhistas e por apreciadores da culinária regional. O acesso é através de balsas que cruzam o rio Coreaú. Da ilha tem-se uma bucólica visão da cidade, com casas à beira mar, os barcos ancorados próximo à borda da calçada que margeia o rio, as falésias avermelhadas e os coqueirais emoldurados pelo lindo céu azul.

Pular para o conteúdo