Camocim participa do Fórum de Estudos Turísticos

Camocim participa do Fórum de Estudos Turísticos

Com o objetivo de oferecer um conhecimento mais amplo voltado à prática do Turismo, a Prefeitura de Camocim, por meio da Secretaria Municipal do Turismo e Desenvolvimento Econômico, participou do  Fórum de Estudos Turísticos, realizado na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul.

Além de Camocim, o evento contou com a participação de representantes dos municípios cearenses de Jijoca de Jericoacoara e Cruz, que fazem parte da região Extremo Oeste do Ceará, além de outras cidades do estado. O encontro foi realizado nos dias 12, 13 e 14 da última semana, contando com a participação de turismológos, economistas, empresários, além de técnicos que atuam no setor turístico.

“O Fórum teve como missão, transmitir os alicerces para encabeçar o Turismo como atividade econômica sustentável, apostando na superação de novos desafios, que possam fazer com o que o Turismo tenha mais expansão na estruturação dos destinos e divulgação dos atrativos, com isso, tornando nossa cidade, estado e país, reconhecidos mundo afora”, destacou Lucas Barbosa, Secretário da SETUR de Camocim.

O secretário, que participou do evento, ressaltou a importância do Fórum. “Camocim é uma cidade que cresce a cada dia, com seu potencial turístico. Participar desse fórum nos faz aprimorar e trabalhar em novos planos para que possamos impulsionar o turismo local, alcançando mais êxito”, finalizou.

 

 

 

 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Camocim

Conheça Também

Monumento – Entrada de Camocim
Monumento - Entrada de Camocim

Tem alguma pergunta?

Temos uma equipe especializada para tirar suas dúvidas, entre em contato da forma que achar mais fácil, e-mail, telefone ou pelo canal de ouvidoria.

Amor

Ilha da Testa Branca (Ilha do Amor)

A Ilha da Testa Branca, também conhecida como Ilha do Amor, localiza-se em frente à cidade. Contém manguezais, dunas e praias, os belíssimos espelhos d’água no período das chuvas, sendo muito visitada por banhistas e por apreciadores da culinária regional. O acesso é através de balsas que cruzam o rio Coreaú. Da ilha tem-se uma bucólica visão da cidade, com casas à beira mar, os barcos ancorados próximo à borda da calçada que margeia o rio, as falésias avermelhadas e os coqueirais emoldurados pelo lindo céu azul.