Prefeitura de Camocim promove ações para lembrar a Luta Antimanicomial

Em comemoração à Semana da Luta Antimanicomial, a Prefeitura de Camocim, através da Secretaria Municipal da Saúde, por meio dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), promoveu na noite desta terça-feira, 30, atividades como exposições, apresentação de grupos musicais, feira de artesanato com materiais confeccionados pelos pacientes dos CAPS, inauguração da Biblioteca Antônia Gregória de Brito e a escolha do mister e miss CAPS 2017.

A Prefeita Monica Aguiar e os secretários municipais: Fernando Fernandes, Saúde, Leonardo Aguiar, Infraestrutura, Ana Paula, Gestão Financeira, Francisca Joseane, Desenvolvimento Social e Cidadania, Mastrolhano Araújo, Secretário Adjunto do Gabinete, Elizabeth Gomes, Chefe de Gabinete e as vereadoras: Maria Iracilda, Lúcia Melo, parentes dos pacientes, profissionais da área, além de grande número de populares, prestigiaram o evento referente ao Dia D da Luta Antimanicomial, comemorado dia 18 de maio, mas transferido para o final do mês por coincidir com o Dia de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

A Luta Antimanicomial, é um Movimento Social disseminado por todos os estados do Brasil. Tendo como meta, o fechamento dos manicômios do país e a promoção de uma nova cultura de tratamento, de convivência e de tolerância, no seio da sociedade, para as pessoas em sofrimento psíquico.

 

A Representação Social na Rede de Atenção

Durante o evento, o destaque foi para as ações voltadas para as salas de situações, onde foi mostrado para a comunidade presente, um pouco dos tratamentos realizados nos manicômios, também denominados hospícios. As demonstrações mostraram os métodos feitos com o uso de eletrochoque, terapia por choque com insulina que levava o paciente a entrar em coma, infecção por malária, procedimento este, em que a pessoa era contaminada pelo vírus, além de outros tratamentos, que chegaram a ser utilizados nas sessões de reabilitação pelo mundo e no Brasil, antes dos modernos tratamentos.

A coordenadora do CAPS II, Socorro Araújo, destacou a importância da data para os usuários e profissionais da área. “Esse é um momento muito importante para a saúde mental não só em Camocim mas em todo o território nacional, tendo em vista o abandono do modelo dos hospitais psiquiátricos tradicionais, conhecidos como manicômios, que abrigavam as pessoas com transtorno e deficiência mental” explica a coordenadora. Socorro, ainda enfatizou a importância do evento: “A gente tem apenas que agradecer aos profissionais da saúde, à comunidade e em especial à Prefeita Monica Aguiar pela acolhida e por estar sempre recebendo nossos projetos e nos apoiando”, finalizou a coordenadora.
A Prefeita Monica Aguiar ressaltou a seriedade dos trabalhos desenvolvidos para o amparo das pessoas que sofrem transtornos mentais: “É preciso estar atento às necessidades especiais que essas pessoas apresentam, e deixá-las seguras, dentro de um espaço destinado pra elas, é garantir o direito de poder viver dias melhores”, finalizou a prefeita, salientando que a gestão municipal desenvolve ações para o benefício de todas as áreas.
Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Camocim

Leitor de Página (BETA)
Pressione Enter para ler o conteúdo da página em voz alta Pressione Enter para pausar ou reiniciar a leitura do conteúdo da página em voz alta Pressione Enter para parar de ler o conteúdo da página em voz alta