COMPLEXO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL FRANSQUINHA VERAS

COMPLEXO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL FRANSQUINHA VERAS

O CAPS atua como ordenador estratégico da Rede de Atenção Psicossocial. Em Camocim teve início a partir da implantação do CAPS II, em julho de 2004, oficialmente regulamentado em novembro do mesmo ano. Com a instituição do CAPS AD, responsável por atender a demanda da dependência química da 16ª CRES, que envolve os municípios de Camocim, Barroquinha e Chaval, cujas atividades tiveram início em junho de 2006, sendo oficialmente implantado em 2008, essa Rede foi significativamente reforçada.

Os tipos de procedimento ali desenvolvidos são: Acolhimento, Atendimento Individual,  Atendimento em Grupo, Atendimento Familiar, Atendimento Domiciliar, Assembleia de Família, Assembleia de Cidadania, Atividades Culturais, Práticas Corporais, Práticas Expressivas e Comunicativas, Atenção às Situações em Crise, Ações de Reabilitação Psicossocial, Ações de Matriciamento no Território, Acompanhamento Integral.

O CAPS II atende em média 1600 pacientes por mês, nas mais diversas áreas, sendo composto pelos seguintes profissionais: 01 (um) médico psiquiatra, 01 (um) enfermeiro com formação em saúde mental, 04 (quatro) profissionais de nível superior entre as seguintes categorias profissionais: clinico geral, psicólogo, assistente social, enfermeiro, terapeuta ocupacional, pedagogo ou outro profissional. Além desses, há 06 (seis) profissionais de nível médio: técnico e/ou auxiliar de enfermagem, técnico administrativo, técnico educacional e artesão.

É a Prefeitura de Camocim zelando cada vez mais pelo bem-estar da família camocinense.

 

Leitor de Página (BETA)
Pressione Enter para ler o conteúdo da página em voz alta Pressione Enter para pausar ou reiniciar a leitura do conteúdo da página em voz alta Pressione Enter para parar de ler o conteúdo da página em voz alta