Camocim realiza 1° Fórum de Combate a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

“Esquecer é permitir, lembrar é combater”, foi esse o mote do Fórum Municipal de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, realizado nesta quarta-feira, 18/05, em Camocim. O encontro debateu formas de combater e prevenir este tipo de violência. A organização foi da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania, com o apoio da Administração Municipal. O evento ocorreu na sede Associação Comercial de Camocim.

A importância do evento realizado pela gestão da Prefeita Monica Aguiar se destaca por conta do alto número de violências sexuais sofridas por crianças e adolescentes no Brasil. Segundo dados do Governo Federal, ao longo do ano de 2015, foram registradas 17.583 denúncias do tipo, totalizando um total de 50 ocorrências ao dia em todo o território nacional.

Estiveram presentes ao Encontro: a Presidente da Câmara Municipal de Camocim, Vereadora Iracilda Rodrigues; a Secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Elizabete Roberto Gomes ; a Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Edilene da Silva Mota; a Chefe de Gabinete, Ana Paula; a  Coordenadora do Centro de Referência Especializado da Assistência Social, Maria de Jesus dos Santos; o Coordenador do Conselho Tutelar, Aderaldo Lima; a representante do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, Rayssa Stella Nunes.

 

Dentre as violações dos direitos das crianças e adolescentes, estão incluídas formas de exploração sexual, como a prostituição infantil e o turismo sexual. Denúncias contra a exploração sexual de nossas crianças podem ser feitas ligando para o Disque 100, serviço da Secretaria de Direitos Humanos, órgão vinculado ao Ministério da Justiça.

 

Data relembra crime trágico

 

Foi no dia 18 de maio de 1973 que a menina Araceli Cabrera Crespo foi sequestrada, drogada, violentada e brutalmente assassinada. A garota tiha apenas oito anos de idade. Nesta quarta-feira o crime completou 43 anos sem que nenhum dos envolvidos na barbárie fossem punidos.

 

A Lei Federal 9.970 2000 instituiu o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

 

Leitor de Página (BETA)
Pressione Enter para ler o conteúdo da página em voz alta Pressione Enter para pausar ou reiniciar a leitura do conteúdo da página em voz alta Pressione Enter para parar de ler o conteúdo da página em voz alta